Histórico Teatral  

 Atividades Culturais


 

17.07.1993 – "Apologia de Sócrates" – peça teatral com Ayrton Salvanini


11.08.1993 – Abertura da temporada (de 11.08 a 8.9) da peça "Suicídio", da Cia. Experimental Experimentando, com direção de Sérgio Soler


29.09.1993 – "Doidinho e seus desvarios" peça teatral. Texto e direção musical de Wagner Calmon Ferreira (Mostra Visual de Poesia Brasileira)


23.10.93 – "Meu Tio o Iauaretê", monólogo baseado no conto de Guimarães Rosa, com o ator Ayrton Salvanini


21.12.93 – A Paulicéia Desvairada, peça teatral com Artur Gomes e Mônica Cardella


19.01.94 – Abertura da temporada (5, 12, 19 de janeiro e 16 de fevereiro) de "Nem Tudo que se Deita está Cansado / Aqui Saliva quem Primeira Grita" – Dois textos teatrais, de 15 minutos cada um, por Arlette Ferreira e Márcio Rui Padoim, da Cia. Espinha de Peixe.


19.02.94 – "Padre Vieira" – Monólogo com o artista Ayrton Salvanini (adaptação de textos de "Os Sermões", de Padre Antonio Vieira)


30.04.94 – Leitura Dramática do texto inédito do dramaturgo Luís Alberto de Abreu "Ao Terceiro Dia", tragicomédia baseada na vida de Lima Barreto que faz parte da "trilogia da invenção", completada por "O Homem Mortal" e "O Rei do Brasil". A Leitura é dirigida por Solange Dias e representada pela Cia. Trovadores Cênicos.


05.08.94 – "A Cia. Espinha de Peixe Apresenta..." Comédia de Azê Diniz. Duas histórias curtas. Direção de Márcio Rui Padoim.


18.03.95 - "Pessoa" - espetáculo teatral, com textos do poeta Fernando Pessoa. Ator: Marcos Lemes. Direção: Sílvio Vieira. Monólogo construído a partir da compilação de trechos retirados das "notas" da obra do poeta Fernando Pessoa.


03.05.95 - Reestréia e início da temporada da peça "Pessoa", um monólogo, com textos extraídos das "notas" da obra do poeta Fernando Pessoa. Ator: Marcos Lemes. Direção: Sílvio Vieira. Esta peça estreou com muito sucesso no Alpharrabio em março último, razão pela qual volta para uma temporada durante todo o mês de maio, às quartas e sábados, sempre às 20:00h.


16.09.95 – "Caminhos do Destino" – encenação de histórias da tradição oral, narradas e teatralizadas por Tininha Calazans. Espetáculo composto de 6 histórias de um poema, oriundas da Tailândia, da Índia, da Tradição Sufi, judaica e uma escrita por Marina Colasanti e um poema de Carlos Drummond de Andrade.


17.10.95 – "Retalhos Imortais do Serafim" - Perfomance teatral que homenageia Oswald de Andrade. Este espetáculo integra o Projeto do mesmo nome que será executado pelo SESC - Consolação, SP.Direção e texto: Artur Gomes que também atua ao lado de três atores da Escola Técnica Federal de Campos - RJ.


8.3.96 - Ensaio Aberto da Peça Retalhos Imortais do Serafim, de Artur Gomes, que atua também como ator ao lado de Márcia Veiga e Wilson Julião.


13.04.96- Declamação dramática de poema por Artur Gomes e performance com a bailarina Nirvana Marinho, do grupo de dança da Unicamp, com uma coreografia especial para o poema Cântico dos Cânticos de Oswald de Andrade.

- Apresenção do músico Adler São Luis, lançando seu primeiro albúm de MPB

- Performance com Mônica Cardella e Arlette Ferreira


13.06.96 – "Pessoa" – Monólogo com o ator Marcos Lemes lembrando o aniversário de nascimento do poeta Fernando Pessoa (13.06.1888). Este monólogo volta à Livraria Alpharrabio depois da bem sucedida temporada em 1995. Sob a direção de Sílvio Vieira, o ator Marcos Lemes, também autor da adaptação, mostra um Fernando Pessoa dialético e filosófico e, sobretudo, dramático.


15.07.96 – "Ressaca Cura-se com Escracho". Uma temporada (sempre às segundas-feiras – dias 15, 22 e 29.7.96) com o grupo Espinha de Peixe, direção de Azê.


10 e 11.10.96 – "Cavalinho Azul" – peça teatral, de Maria Clara Machado, com direção de Artur Gomes. Montagem resultante do curso de teatro infantil, realizado na livraria, coordenado por Artur Gomes.


26, 27 e 28.11.96 – Um Ator em três Tempos, com Marcos Lemes, apresentando os seguintes monólogos:

26.11 – "Recado" (textos de Dalila Teles Veras)

27.11 – "Confidências Masculinas" (Adaptação do texto de Carlos Eduardo Novaes)

28.11 – "Pessoa" (textos de Fernando Pessoa).


08.11.97 – "Pessoa" - Com esta apresentação, o ator Marcos Lemes encerra a temporada do monólogo Pessoa, estreado na Livraria em fevereiro de 95 e que percorreu inúmeros teatros e festivais durante este período. A peça, com duração de aproximadamente 40 minutos, mostra o poeta Fernando Pessoa dialético, filosófico e, sobretudo, dramático. O texto do espetáculo, com direção de Silvio Vieira, é uma recolha de notas, sem data e não assinadas, mas autênticas, onde o poeta Fernando Pessoa (ele-mesmo) revela-se incompreendido.


10 a 13.03.98 – "Primeiro Ciclo de Leituras do Núcleo de Dramaturgia do ABC" - O Núcleo de Dramaturgia, grupo ligado à Escola Livre de Teatro, de Santo André e que tem a coordenação do premiado dramaturgo Luís Alberto de Abreu, residente em Ribeirão Pires, apresenta este Primeiro Ciclo de Leituras, realizado simultaneamente em três locais da cidade. Além do Alpharrabio, no Teatro Conchita de Moraes e no Colégio Singular. Os textos são resultado do trabalho desenvolvido pelos alunos durante o ano de 1997.

O Núcleo é composto por jovens autores do ABC, estudantes e pessoas interessadas, com a intenção de criar uma dramaturgia voltada, preferencialmente, para as características da região, suas origens, usos e costumes, além de refletir seus aspectos contemporâneos:

10.03.98 – "A História de Augusto Matraga". Adaptação livre do conto "A hora e vez de Augusto Matraga", de Guimarães Rosa por Silene Pignagrandi, com a atriz Isabel Lima.

11.03.98 – "Vingança", de Luiz Maria Veiga. Drama de 50 minutos de duração que enfoca Herman Melville, autor do mundialmente conhecido romance Moby Dick, em seu último dia de trabalho, sendo surpreendido pela visita do próprio Capitão Ahab.

12.03.98 – "Ausência", de Vilma Campos - Drama, com duração de 30 minutos. Francesco volta, após longa viagem à Itália, tornando-se grande companheiro do neto adolescente. A mãe antagoniza essa relação e ao mesmo tempo é o motivo da longa distância de Francesco.

13.03.98 – "A Gente Sonhava", de Antonio José de Souza - Drama de 40 minutos, que trata do testemunho de uma mãe que ignorava as atividades do filho desaparecido no início da década de 70 (época da ditadura Militar) e "A Peste", de Luiz Carlos Leite (drama com a duração de 10 minutos). Um retrato das conseqüências da gripe espanhola em São Paulo no início do século, através de um breve diálogo entre dois personagens.


23.03.98 – "Navio Negreiro" – monólogo com o ator Edson Rodrigues.


30.05.98 – O Discurso do Dragão – Performance teatral com o ator Thuna Ferreira interpretando poemas do livro Nero te Escolheu, de Guilherme Vidotto.


4 e 5.12.98 – "A História de Augusto Matraga" – adaptação livre do conto "A hora e vez de Augusto Matraga, de Guimarães Rosa", de Silene Pignagrandi, com a atriz Izabel Lima.


29.04.99 - Performance teatral com os atores Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes, da Cia. Espinha de Peixe. Texto de Marcio Rui Padoim, alusivo à cultura em Santo André, especialmente criado para a ocasião.


27.05.99 - Performance teatral com o grupo Cia. Espinha de Peixe (Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes). Texto alusivo à cultura em São Bernardo do Campo, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião.


24.06.99 - Performance teatral com a Cia. Espinha de Peixe Peixe (Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes). Texto alusivo à cultura em São Caetano do Sul, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião.


29.07.99 -Performance teatral com a Cia. Espinha de Peixe (Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes). Texto alusivo à cultura na cidade de Mauá, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião.



26.08.99 - Performance teatral com o grupo Cia. Espinha de Peixe (Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes) com um texto alusivo à cultura em Diadema, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião. Participação especial do grafiteiro Spy The Only, com a grafitagem de uma parede do pátio interno da livraria e da atriz Thais Matias, que faz um traabalho conhecido como vitrina viva. Os clowns Edson Severino da Silva e Paulo Edson da Silva, ambos com 13 anos também fazem parcipação especial.


30.09.99 - Performance teatral com o grupo Cia. Espinha de Peixe (Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes). Texto alusivo à cultura na cidade de Rio Grande da Serra, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião.



28.10.99 -Performance com a Cia. Espinha de Peixe (Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes), Peixe (Marcio Rui Padoim, Arlette Ferreira e Alessandra Brantes). Texto alusivo à cultura em Ribeirão Pires, criado por Marcio Rui Padoim especialmente para a ocasião.


07.07.2001 - Festival de Inverno Alpharrabio – Abertura: Performance do ator Carlos Lotto, O Artista Inconfessável de João Cabral de Melo Neto, inspirado na Tela em tecido "sem título" de Elda Fanucchi que estará exposta. Às 19,30h - "Contos de Todo o Mundo" - O ator e arte-educador James Silva conta e reconta contos recolhidos pelo Brasil, pela África, pelo Oriente, muitos ainda vivos pela gentileza da tradição oral, também prestigia autores consagrados como Brecht.



20.07.2001 – Cia. Teatral no Pires - Leitura dramática da peça de Sérgio Pires "Fogueira ao meio do dia ou Bueiro do Amor", dirigida por Rodolfo David. A humanização de personagens marginalizados questionando valores, limitações e dogmas impostos. O palhaço Ruazeiro da Vida, remanescente do circo antigo, conta histórias ao pé da fogueira. Só oculta a história "Bueiro do Amor" protagonizada por Amparo Caridade que resolve contá-la a contragosto do contador. A leitura, assim, como o espetáculo tem uma trilha sonora ao vivo (André da Silva Calixto – flauta e percussão) que oferece leveza e lirismo.


27.07.2001 - "Nossa Cidade ou Sete Cartas para Pierina - Audição da peça radiofônica que tem como locutor o ator Milton Andrade e conta com as participações especiais de Sônia Guedes, como Marilda, e Antônio Petrin no papel de Piero, além do elenco de alunos da Escola Livre de Teatro de Santo André. Esta é uma versão da peça teatral "Nossa Cidade", projeto da ELT da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer da Santo André, dirigida por Francisco Medeiros e Gustavo Kurlat e sob a coordenação de dramaturgia de Luís Alberto de Abreu.


26.10.01 - Estréia da temporada (26.10 e 9, 16, 23 e 30.11) da peça O Cobrador – monólogo com Márcio Rui Padoim. Concepção de Mário Rui Padoim, baseado no conto O Cobrador, de Rubem Fonseca. Figurinos: L. A. Tinello. Sonoplastia: Quincas


Índice | Livraria Editora Autores | Mapa do Site| Atividades Culturais