Volta à relação de Autores

Fabiano
 Calixto

  
 
Fabiano Calixto 

Nasceu em Garanhuns/ PE, em 08 de junho de 1973 e mora em Santo André/SP. Poeta, tradutor e ensaísta. Publicou “Algum” (edição do autor, 1998), “Fábrica” (Alpharrabio Edições, 2000) e, com Kleber Mantovani e Tarso de Melo, “Um mundo só para cada par” (Alpharrabio Edições, 2001). Assinou durante dois anos a coluna literária Umapalavra no jornal andreense Tribuna Popular. Traduziu, em parceria com Claudio Daniel, os poemas do dominicano León Félix Batista, reunidos no volume “Prosa do que está na esfera”  a sair ainda este ano. Tem trabalhos publicados em vários jornais e revistas especializadas, entre elas: Monturo (Santo André/ SP), A Cigarra (Santo André/ SP), Cult (São Paulo/ SP), Inimigo Rumor (Rio de Janeiro/ RJ), Dimensão (Uberaba/ MG), Suplemento Literário de Minas Gerais (Belo Horizonte/ MG), Serta (Madrid, Espanha) etc. Participou da antologia “Na Virada do Século – Poesia de Invenção no Brasil” (Landy, 2002), organizada por Claudio Daniel e Frederico Barbosa. Prepara sua próxima coletânea de poemas intitulada “Ônix”, um poemário de Bob Dylan e uma revista de artes.

 

FÁBRICA

Alpharrabio Edições
14 x 21 cm, 64 pp. (poesia)

"Os poemas de Fabiano Calixto encontram a exata medida entre contenção (tensão) formal e imagens líricas, realizando com sucesso a difícil tarefa de medir cada palavra de poemas cujos temas parecem querer transbordar." (Tarso de Melo - Tribuna Popular, 06.2000)


UM MUNDO SÓ PARA
 CADA PAR


UM MUNDO SÓ PARA CADA PAR

Fabiano Calixto
Kleber Mantovani
Tarso de Melo

Alpharrabio Edições
11,5 x 21 cm, 40 pp. (poesia)

Coletânea que reúne, segundo os próprios autores, poemas que se voltam para a temática amorosa sob a ótica da modernidade, da "fuligem" e da crise.

Como Comprar

Índice | Livraria Editora Biografias | Atividades Culturais