Volta à relação de Autores

Conceição
 
Bastos


 
Conceição Bastos

 

 

CONCEIÇÃO BASTOS

 

Nasceu em R. do Pombal/BA, em 1961, veio para SP em 1987 e, desde então, volta periodicamente aos caminhos da roça. Aportou em SBC em 2001 e, desde então, transita por SP, SBC, Mauá e Santo André. Graduada em Serviço Social, vive e trabalho em Mauá.

 

Publicou os livros Diário de uma mulher em rota de Chuva, Dobra Literatura, 2011 e perto do coração o mar se levanta, pela mesma editora. Tem textos publicados em Estas histórias, antologia das oficinas de criação literária do Museu Lasar Segall, 2005, na Revista Tantas Letras, 2010 e alguns textos esparsos publicados em zines e blogs.

 

Premiada em concurso literário – 1º lugar na categoria poesia em SBC. Pela Alpharrabio, Conceição também publicou “Cascos e Crinas sobre fundo escuro”, integrante da coleção PerVersas – literatura de autoria feminina, volume II, 2017. 

 

 

Alpharrabio Edições / Dobradura Editorial

2020 - formato 14x21

 

“ (...) A mulher encontra a prosa tiquetaqueando no quarto da poesia, e lá dentro a desarma. A prosa fica em silêncio para gritar. E então a mulher pega o relógio e o subverte em girassol vivo. A diferença entre o vivo e o plástico é que o vivo teve todo o tempo do mundo. E o plástico já nasce sem o dom da morte.

O que não é amor, ela não toca. A mulher é um chapeuzinho na cracolândia. Cobre os olhos com ele para assumir o outro mundo, o mundo onde vive de verdade. Um mundo dentro do nosso. A vidência do corpo que é seu.

Ouço Conceição na leitura de cada conto. Ouço a sua voz e percebo que são feitos os contos, como ásperas luas, para serem lidos em voz alta de Conceição. Como uma anunciação.”

Tiago Novaes” no posfácio

Comprar

Como Comprar

Índice | Livraria Editora Biografias | Atividades Culturais