Cacto

A revista CACTO, editada por Eduardo Sterzi e Tarso de Melo, em seu primeiro número, traz inéditos de alguns dos mais respeitados poetas brasileiros da atualidade: Carlito Azevedo, Júlio Castañon Guimarães, Fernando Paixão, Frederico Barbosa, Sérgio Alcides, Fabio Weintraub, Fabrício Carpinejar, entre outros. Também têm espaço garantido autores novos e promissores como André Dick, Leandro Sarmatz, Pádua Fernandes, Fabiano Calixto, Kleber Mantovani, além dos próprios editores.

Acompanhando um poema inédito de Augusto de Campos, CACTO apresenta um ensaio crítico sobre sua obra e uma entrevista com este que é um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos. A revista também oferece, entre outros textos críticos e teóricos, a tradução inédita de um ensaio do filósofo italiano Giorgio Agamben, intitulado "O fim do poema". As traduções, aliás, são um ponto forte da revista, tanto pela grandeza dos poetas vertidos, como pela excelência dos tradutores: entre outros, François Malherbe por Júlio Castañon Guimarães, Luis Javier Moreno por Carlito Azevedo, Michel Deguy por Marcos Siscar, Heinrich Heine por Marcelo Backes, Joan Brossa por Ronald Polito, Carlos Piera por Sérgio Alcides, Alfred Jarry e James Joyce por Jorge Lucio de Campos e Coral Bracho por Claudio Daniel. O espaço dedicado à poesia estrangeira se completa com poemas cedidos especialmente para CACTO por José Kozer, cubano radicado nos Estados Unidos, e Rodolfo Häsler, cubano radicado na Espanha, dois dos mais importantes poetas de língua espanhola de nossos dias.

 

Sumário do número 1:
Poemas:
Augusto de Campos, Júlio Castañon Guimarães, José Kozer, Sérgio Alcides, Michel Deguy, Heinrich Heine, Alberto Pimenta, Ricardo Aleixo, Fernando Paixão, Frederico Barbosa, Pádua Fernandes, Danilo Rodrigues Bueno, André Dick, Tarso de Melo, Luis Javier Moreno, Kleber Mantovani, Fabiano Calixto, François Malherbe, Fabio Weintraub, Eduardo Sterzi, Carlos Augusto Lima, Marília Garcia, Coral Bracho, Fabrício Carpinejar, Fábio Cardoso, Joan Brossa, Leandro Sarmatz, André Luiz Pinto, Reynaldo Jiménez, Luis Hernández, Adolfo Montejo Navas, Luiz Roberto Guedes, Dalila Teles Veras, Langston Hughes, Reynaldo Damazio, Iuri Pereira, Carlos Piera, Marcos Siscar, Jorge Lucio de Campos, Alfred Jarry, Mário Alex Rosa, Rodolfo Häsler, Tino Villanueva, Vince Fasciani, Rodrigo Petronio, Dante Alighieri, James Joyce, Carlito Azevedo. Ensaios: Giorgio Agamben, Jerônimo Teixeira, Edimilson de Almeida Pereira, Maria Esther Maciel, Eduardo Sterzi. Entrevista: Augusto de Campos.

OS EDITORES

Eduardo Sterzi é poeta e crítico literário. Publicou, em 2001, seu primeiro livro de poesia, Prosa (IEL/CORAG), com prefácio de João Alexandre Barbosa. Poemas de sua autoria foram publicados nas revistas Inimigo Rumor, Poesia Sempre, Cult e VOX e no jornal Folha de S. Paulo (caderno Mais!), assim como na antologia Na Virada do Século (Landy), organizada por Frederico Barbosa e Cláudio Daniel. Atualmente, cursa doutorado em Teoria e História Literária na UNICAMP. Como crítico, tem atuado nas áreas universitária e jornalística, publicando ensaios e resenhas em revistas acadêmicas, como Brasil/Brazil (Brasil/EUA) e Rivista di Studi Portoghesi e Brasiliani (Itália), e em publicações da imprensa brasileira, como SuperInteressante e VOX XXI.

Tarso de Melo é poeta e crítico literário. Foi editor da revista Monturo. Publicou os livros de poesia A Lapso (Alpharrabio), Deserto (Alpharrabio) e Um Mundo Só Para Cada Par (Alpharrabio), este último com Fabiano Calixto e Kleber Mantovani. Poemas seus foram publicados nas revistas Cult, Inimigo Rumor e Serta (Espanha) e no Suplemento Literário de Minas Gerais, assim como na antologia Na Virada do Século (Landy), organizada por Frederico Barbosa e Claudio Daniel. Escreveu resenhas para a revista Cult e para o Jornal da Tarde (São Paulo) e produziu uma História da Literatura em Santo André, o mais completo inventário do panorama literário da cidade em que nasceu.

2002

 

Maiores informações:
eduardosterzi@uol.com.brtarsodemelo@bol.com.brrevistacacto@uol.com.br

EDIÇÕES ALPHARRABIO

LIVROS DO Selo "Coleção Cacto"