Volta ao índice inicial

 

PROGRAMAÇÃO - 22 anos

agosto 2014

 

02 de agosto  -  sábado - 10h
conversa de livraria

06 de agosto  -  4ª feira - 19h
exposição

18 de agosto - 2ª feira - 19h
lançamento

25 de agosto  -  2ª feira - 19h 
fórum

29 de agosto  -  6ª feira - 20h 
fórum

 
 

2 de agosto (sábado) 10h 

 

Córrego, Corsário-Satã & Pitomba + Livraria Alpharrabio convidam para o lançamento de
NOMINATA MORFINA, novo livro de poemas de Fabiano Calixto
 
 Dia 2 de agosto de 2014 (sábado), das 10h às 13h
 
Livraria Alpharrabio
 Rua Eduardo Monteiro, 151
Santo André/SP - Tel.: 4438.4358

 


 

6 de agosto (quarta-feira)  19h 

 

Exposição

LIVROBRA, de Dumas

 

 

LIVROBRA, de Dumas

Julio Mendonça

 

Quando o público chegar à Alpharrábio Livraria e Editora, em Santo André, verá no muro à esquerda uma série de retratos do artista plástico e poeta alemão Kurt Schwitters (1887-1948) reproduzidos em cartaz lambe-lambe. Dumas, o artista que está apresentando sua exposição Livrobra na Alpharrábio, reproduz essas imagens de Schwitters com uma técnica gestual que, sinestesicamente, faz ressoar a voz do artista alemão cantofalando sua famosa – mas, pouco executada – “Ursonate”.

Ao entrar na livraria, o público encontrará, por exemplo, um livro de estudos chamado “Cartografia & Desenho”, contendo recortes e colagens que remetem ao universo da tipografia, papelaria e estamparia e à vivência de Dumas em Belém (PA), cidade onde nasceu e viveu até os 30 anos.

O que Kurt Schwitters, papelaria, tipografia e Belém têm em comum? Dumas cresceu no ambiente de uma livraria-papelaria – que também estava associada a uma pequena gráfica – que sua família manteve na capital do Pará. Essa vivência em meio aos materiais e técnicas do cotidiano desse ambiente está profundamente impregnada na obra de Dumas. O artista paraense, depois, passou a ter em Schwitters uma de suas principais referências, justamente em razão dos aspectos gráficos, tipográficos e de colagem do lixo cultural, que o alemão introduziu.

Outra referência para a obra de Dumas é o poeta catalão Joan Brossa. Um poeta que, além de versos, produziu grande poesia visual e colaborou intensamente com artistas plásticos como Antoni Tàpies. Dumas tem em comum com Brossa o interesse pela gráfica e a tipografia, a relação com a cultura popular e a alma de arqueólogo do lixo cultural.

Assim, nessa exposição Livrobra, podemos ver e conhecer um pouco desse universo do artista em livros-objeto, livros e cadernos de estudos, gavetas e alguns trabalhos bidimensionais. Um universo de criação que, assim como para Schwitters e Brossa, não respeita limites nem hierarquias. O livro é uma das formas de manifestação mais importantes na obra de Dumas porque é um lugar de confluência e liberdade de experiência de seus múltiplos interesses.

Dumas é um dos poucos artistas que conheço, hoje, que é capaz de retirar seu material da natureza, da realidade social e da própria arte, simultaneamente. Da natureza, porque certos elementos da realidade física e biológica – principalmente da sua natureza amazônica natal – exercem uma contínua força aglutinadora de signos no seu trabalho. Já a realidade social e a cultural penetram na sua obra transformadas pela sua mastigação simbólica. O artista, frequentemente, usa como matéria o estereótipo gráfico, a imagem e/ou o objeto já prontos e repetidos à exaustão na cultura de massa, para deglutí-los num banquete antropofágico, no qual eles são re-contextualizados numa situação desideologizada, mesclados com imagens e meios populares.

Por esse viés de uma cultura popular antropofágica, a arte de Dumas realiza uma arqueologia das imagens técnicas, misturando cultura de vanguarda e cultura de massa consumida nas bordas do sistema, procedimentos experimentais e baixo calão, o fino e o grosso. Omar Khouri escreveu a seu respeito: “seus materiais: os mais despojados (a princípio) de artisticidade – a recolha de detritos da Civilização...”.

O trabalho de Dumas transita, com uma inadequação insuspeitadamente consciente e sistemática, entre a arte contemporânea – paradoxalmente aceita numa história da arte que ela mesma colocou sob suspeita – e os rebotalhos periféricos da cultura de massa. Esse pop de terceira mão da periferia da periferia do capitalismo é relido em linguagem sintética – metonímica e elíptica – , com um olho na tradição moderna ocidental e outro na sutileza e síntese da arte oriental.

 

Exposição: LIVROBRA, de Dumas

06 de agosto até 27 de setembro de 2014
Local: Livraria Alpharrabio
Rua Eduardo Monteiro, 151 
Jd. Bela Vista - Santo André/SP
tel.: [11] 4438.4358

 

18 de agosto (2ª feira) - 19h às 21h30

 

Lançamento do livro BANDIDO
 
(Editora Oitava Rima),
de Hélio Neri

 


25 de agosto (2ª  feira) 19h 

 

Reunião do Fórum Permanente de Debates Culturais do Grande ABC, O Fórum é composto por um grupo de pessoas interessadas em criar um processo participativo e crítico das políticas públicas da cultura e da ação cultural na região do Grande ABC, bem como integrar ações regionais. Esse grupo vem se reunindo nas dependências da Livraria Alpharrabio, desde novembro de 2007.

 


29 de agosto (6ª  feira) 20h 

 

"Pessoa"

Encerramento da temporada do espetáculo teatral "Pessoa", com Marcos Lemes

 

Compilado originalmente a partir de notas de rodapé do poeta, a peça traz agora alguns apontamentos do Livro do Desassossego. Com Marcos Lemes, direção de Silvio Vieira

O espetáculo, que revela a intimidade do escritor português Fernando Pessoa e descreve sua visão de mundo, traduzindo um homem angustiado e um artista incansável, volta agora repaginado, integrando novas páginas ao seu texto e novas cenas que nasceram dessas páginas.


Ingressos: R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada)
Informações e reservas: [11] 4438-4358

 
 

Apoio: www.bartiragraf.com.br
Tel.: (11) 4393.2911



 horário de funcionamento

de segunda/sexta, das 13 às 19h

sábado, das 9h30 às 13h

 

ATENÇÃO

Nosso endereço:
 Rua Eduardo Monteiro, 151 - Jd. Bela Vista
Santo André - SP - Brasil

Fone: (11) 4438.4358 - e-mail: alpharrabio@alpharrabio.com.br

www.alpharrabio.com.br

 

Visite a Livraria e o Café Alpharrabio

Índice | Livraria | Editora | Centro Cultural | Abecês | Mapa do Site | Envie o seu comentário