Volta ao índice inicial

MAIO / 2005

 

 

 4 de maio  - (Quarta-feira) das 15 às 17,30h

CINECLUBE

 

Atividade do Cineclube Alpharrabio – Cinéfilos, coordenados pelo prof. Edmundo Epifanio, conversam sobre os mais variados aspectos do cinema. O grupo está em formação e aceita participação de interessados.

 

Tema Filme Brasileiro Clássico Novo

Filmes - A Marvada Carne e Central do Brasil

   
 
http://edepdiaz.blog.uol.com.br

Volta ao topo

7 de maio - Sábado - 10 horas

 

OBSERVATÓRIO DO POEMA

leituras de texto/contexto contemporâneo

 

  Observatório do poema [XII]

Coordenação : Tarso de Melo

Décimo segundo encontro do grupo aberto de leitura de poesia contemporânea , que se reúne no segundo sábado de cada mês (neste mês , excepcionalmente , será no primeiro ). Em seu formato atual , mais aprofundado em relação aos dez primeiros encontros , em vez da leitura centrada em um ou dois poemas , os encontros terão por objetivo a discussão de um texto crítico ou teórico que possibilite pensar questões importantes para a compreensão da poesia contemporânea em geral . O texto em que se concentrará a discussão , desta vez , é “A análise sociológica da literatura ”, de Luiz Costa Lima ( em Teoria da literatura em suas fontes , 3.ª ed., v. 2, pp. 659-687, RJ: Civilização Brasileira , 2002), que , assim como o ensaio debatido em abril , serve de introdução aos novos propósitos do grupo .

A quem interessar , visando um debate mais concreto , recomendo a leitura do longo ensaio “O país do Elefante ”, de Roberto Schwarz, sobre a poesia de Francisco Alvim, cuja leitura , claro , também é recomendada ( recentemente , foi lançada uma reunião de todos os livros do poeta , Poemas [1968-2000], pelas editoras Cosac Naify/7 Letras ). Schwarz é um crítico em cuja produção sempre se destaca a especial atenção para aspectos sociológicos referentes às obras estudadas; particularmente este ensaio , dedicado a um de nossos principais poetas contemporâneos , é um riquíssimo “ caso prático para refletirmos com as preocupações do ensaio de Luiz Costa Lima citado acima . Boas leituras , abraço ,

Tarso .

Para saber como adquirir o livro Teoria da literatura em suas fontes , que reúne os ensaios que serão debatidos nos próximos encontros , entre em contato com a livraria por telefone [4438.4358] ou email [alpharrabio@alpharrabio. com .br]. É importante ressaltar que a participação é livre e independente da leitura prévia dos textos selecionados , pois as discussões não devem ser presas à letra do ensaio , mas apenas partir de suas idéias para tentar compreender questões que interessem a todo leitor de poesia .

observatório do poema

Volta ao topo

11 e 18 de maio  - (Quarta-feira) das 15 às 17,30h

CINECLUBE

Atividade do Cineclube Alpharrabio – Cinéfilos, coordenados pelo prof. Edmundo Epifanio, conversam sobre os mais variados aspectos do cinema. 

 

 

11 de maio de 2005

Tema Guerra e Infância

Filmes: Império do Sol e Esperança e Glória

 

18 de maio de 2005

 

Tema  Música Erudita e Cinema

Filmes: Amadeus e Apocalypse Now – Redux  

 

 
 http://edepdiaz.blog.uol.com.br

 Volta ao topo

19 de maio  - (Quinta) às 17h

Revivescências”

 

Uma conversa com o crítico de teatro José Armando Pereira da Silva dá prosseguimento ao ciclo iniciado em março, com o cenógrafo e artista plástico Pierino Massenzi.

Este ciclo, do qual participarão artistas, escritores e moradores antigos da região como depoentes, tem por finalidade registrar vivências e aspectos da cidade pela ótica de seus moradores. Uma cartografia da memória que deverá ser gravada e posteriormente publicada em cadernos. 

 


 

José Armando Pereira da Silva é natural de Itapira (SP). Em Campinas, onde cursou a Faculdade de Direito da Univesidade Católica, ligou-se ao Grupo Vanguarda e colaborou para os jornais Correio Popular e Diário do Povo. É mestre em Teatro pela Universidade do Rio de Janeiro, com dissertação sobre o o Grupo Teatroda Cidade, de Santo André.

Formou a equipe da redação de Best Seller - Suplemento de Literatura e Arte do semanário News Seller, continuando como colunista de cinema, teatro e artes plásticas. Com o lançamento do Diário do Grande ABC assumiu a função de redator e, posteriormente, o de crítico de teatro.

Organizou o Núcleo de Estudos Cinematográficos (NEC). Colaborou com Aron Feldman na realização do documentário Casqueiro, produziu e dirigiu com Heitor Capuzzo o documentário Estranho Sorriso (Premiado no Festival de Gramado em 1981) e colaborou no roteiro de Pula Violeta, de Heitor Capuzzo.  Participou do Grupo Teatro da Cidade, de Santo André, e da Proa - Produções Artísticas do ABC. Foi professor e coordenador da Escola de Teatro da Fundação dass Artes de São Caetano do Sul. Presidiu a Federação Andreense de Teatro Amador (Feanta).

Publicou o Teatro em Santo André, 1944-1978; Província e Vanguarda - Apontamentos e memória de influências culturais - 1954-1964, ambos editados pela Prefeitura de Santo André, e  A Cena Brasileira em Santo André - 30 anos do Teatro Municipal, patgrocinado pelo Fundo de Cultura do Município de Santo André. 

Volta ao topo

 

21 de maio - Sábado - 16 horas

 

 

CINEMA BRASILEIRO ATUAL: 

CULTURA E SOCIEDADE

 Filme que será exibido: neste sábado, 21.05, às 16h, 

"Cronicamente inviável", de Sérgio Bianchi, debate coordenado pelo  Prof. Humberto Pereira da Silva

 

 

Coordenador: Prof. Humberto Pereira da Silva

Debatedor: Eduardo Benain

 

Eduardo Benain

roteirista, assina, entre outros, o roteiro de "Quanto vale ou é por quilo?", filme mais recente de Sergio Bianchi, que entrará em cartaz no circuito comercial neste mês de maio.

 

Humberto Pereira da Silva

Doutor em filosofia da educação pela USP, é professor de filosofia e de sociologia no ensino superior; iniciou recentemente um trabalho de pós-doutorado em estética. Desenvolve também as atividades de crítico de cinema e de colunista de cultura em órgãos como Revista de Cinema, Trópico e Digestivo Cultural.   

 

 

O Ciclo “Cinema Brasileiro Atual: Cultura e Sociedade”, realizado em dezembro do ano passado com a exibição e debates dos filmes “O Invasor” e “Bicho de Sete Cabeças”, em março com o filme “Central do Brasil”, em abril com o filme "Cidade de Deus" e neste sábado com ."Cronicamente inviável".

 

idéia do prof. Humberto Pereira da Silva, coordenador do ciclo, é propiciar debates sobre o modo como aspectos da cultura, em especial os novos ritmos musicais, estão sendo incorporados em filmes recentes do chamado Cinema da Retomada; e, por conseguinte, que relações se pode fazer da incorporação da música com as questões sociais. Assim, um ponto interessante a ser debatido diz respeito à trilha musical dos filmes que serão exibidos e comentados. 

Alguns questões que serão abordadas: na década de 60, o Cinema Novo incorporou cinema, cultura e sociedade para discutir os rumos do país, isso acontece no cinema da Retomada? Na década de 60 os filmes tinham um perfil "cabeça", para iniciados, portanto, os filmes atuais dialogam de forma mais tranqüila com o grande público? Os filmes da Retomada refletem os grandes debates sociais dos dias de hoje?  

Para os próximos meses já estão programados os seguintes filmes:

11 de junho - "Que é isso companheiro?"

 

 

"CRONICAMENTE INVIÁVEL"

"Cronicamente Inviável" narra trechos das histórias de vida de seis personagens (Alfredo, Amanda, Adam, Carlos, Luis e Maria Alice), mostrando a dificuldade de sobrevivência mental e física em meio ao caos da sociedade brasileira, que atinge a todos independentemente da posição social ou da postura assumida. Estas situações têm como fio condutor um restaurante num bairro rico de São Paulo, que é de propriedade de Luis (Cecil Thiré). Ele é um homem de meia idade, refinado, acostumado com as boas maneiras, mas ao mesmo tempo irônico e pungente. Alfredo (Umberto Magnani) é um escritor que está realizando um estranho passeio pelo país, buscando compreender, a partir de uma visão ácida da realidade, os problemas de dominação e opressão social. Adam (Dan Stulbach), recém chegado do Paraná, é o mais novo garçom do restaurante de Luis, e se destaca dos demais empregados por sua descendência européia, tanto por seu aspecto físico, quanto por sua boa instrução e insubordinação. Maria Alice (Betty Gofman) é uma carioca classe média-alta que está sempre preocupada em manter o mínimo de humanidade na relação com as pessoas de classe mais baixa. É casada com Carlos (Daniel Dantas), um homem com uma visão pragmática da vida, que acredita na racionalidade como forma de tirar proveito da bagunça típica do Brasil. Amanda (Dira Paes), gerente do restaurante de Luis, é uma pessoa cativante, com um passado incerto, encoberto pelas várias histórias que costuma contar para os amigos e os refinados clientes do restaurante."

http://www.osfilmes.com.br/cronicamente

 


Direção: Sérgio Bianchi
Elenco principal: Cecil Thiré, Betty Gofman, Daniel Dantas, Dan Stulbach, Umberto Magnani, Dira Paes, Leonardo Vieira, Cosme Santos, Zezé Mota, Zezeh Barbosa, Claudia Mello, Rodrigo Santiago
Roteiro: Gustavo Steinberg e Sergio Bianchi
Produção executiva: Sérgio Bianchi, Gustavo Steinberg e Alvarina Souza e Silva
Direção de fotografia: Marcelo Coutinho; Antônio Penido Montagem: Paulo Sacramento
Som direto: Heron Allencar
Direção de arte: Pablo Vilar; Beatriz Bianco; Jean-Luis Leblanc Direção de produção: Carmen Schenini; Rossine A. Freitas
Edição de som: Miriam Biderman
Assistante de direção: Paola Barreto
Assistente de produção: Felipe Kannenberg
Figurino: Beatriz Bianco; Luiza Marcier Main
Duração: 101 minutes
Janela: 1.66
Formato: 35 mm
Produtora: Agravo Produções - sergiobianchi@uol.com.br
Ano de produção: 1999
Duração: 101 minutos
Distribuição: Riofilme - Praça Floriano nº19/13º andar - Rio de Janeiro / 20031-050 Phone: (55 21) 220-7090 / Fax.: (55 21) 220-8949 e-mail : riofilme@riofilme.com.br

Volta ao topo

 

25 de maio  - (Quarta-feira) das 15 às 17,30h

 

 

CINECLUBE

 

Atividade do Cineclube Alpharrabio – Cinéfilos, coordenados pelo prof. Edmundo Epifanio, conversam sobre os mais variados aspectos do cinema. 

 

 

Tema Filmes em Pacote

Filme: O Poderoso Chefão


 http://edepdiaz.blog.uol.com.br

Volta ao topo

 

O Alpharrabio (a livraria e o café)
 funciona no seguinte horário:

segunda/sexta, das 13 às 19h

sábado, das 9h30 às 13h

ATENÇÃO

Nosso endereço:
 Rua Eduardo Monteiro, 151 - Jd. Bela Vista
Santo André - SP - Brasil

Fone: (11) 4438.4358 - e-mail: alpharrabio@alpharrabio.com.br

www.alpharrabio.com.br

 

Visite a Livraria e o Café Alpharrabio

Índice | Livraria | Editora | Centro Cultural | Abecês | Mapa do Site | Envie o seu comentário