Volta ao índice inicial
 
 

7 de maio (quinta-feira) 18h30 às 21h à 

Sarau de lançamento do livro Outros Silêncios, de José Geraldo Neres (Escrituras Editora)


Haverá leitura de fragmentos do livro pelos atores Carlos Lotto, Rádi Oliveira, Vanessa Castro e Zenaide Paludo.

Performance: Kiusam de Oliveira (corporeidade afro-brasileira).

Intervenção musical: Henrique Crispim (Banda Pierrot).

Apresentação: Dalila Teles Veras, com pintura ao vivo por EMOL.

 

 

 

Livro: Outros silêncios
Autor: José Geraldo Neres

Editora: Escrituras
Gênero: Poesia/Literatura Brasileira
Edição: 1ª Edição
Páginas: 160
Formato: 14x21

Outros silêncios

José Geraldo Neres pertence, no Brasil, à minoritária família dos poetas que buscam na tempestade das imagens o sumo da verdadeira poesia. Neres se destaca por figurar entre os autores que nadam na contracorrente, no contrafluxo. Para ele, o valor poético está associado à imagem, como aproximação de realidades diferentes, sendo tanto mais forte quanto mais distantes forem as realidades por ela aproximadas.

O prazer da leitura de seu livro Outros silêncios se ancora, antes de tudo, em um sentir-se à deriva no interior de uma extensa metamorfose dos sentidos. Mergulho na sombra úmida da vertigem. São palavras a se desvestirem, camada por camada, do senso comum, desde o brilho de sol invisível sobre peles que cantam, até os confins do esqueleto a uivar um despenhadeiro de incêndios. E por isso o renascimento, um novo universo de palavras que passa a se mover na forma de sintaxes embrionárias, a conduzir a revelação dos sonhos antevistos pelas profecias, arcaicas habitações das primeiras manhãs dos mitos poéticos.

Como destaca Claudio Willer, no prefácio da obra, “a boa recepção da poesia de Neres, atestada por prêmios literários, participações em antologias, coletâneas e edições artesanais que precederam a publicação deste Outros silêncios, não apenas confirma a presença de um poeta de valor: é o indício de uma renovação”.

O texto das orelhas de Outros silêncios é assinado pelo poeta Afonso Henriques Neto e a capa e ilustrações foram idealizadas por Floriano Martins.

Esta obra foi realizada com o apoio do Ministério da Cultura do Brasil – Fundação Biblioteca Nacional – Coordenadoria Geral do Livro e da Leitura, e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural – 2008 (ProAC).

 

Sobre o autor:
José Geraldo Neres nasceu em Garça, SP, em 1966. Poeta, ficcionista, roteirista, produtor cultural, é co-fundador do grupo Palavreiros. Integrante do Grupo Gestor & Conselho Editorial do Ponto de Cultura Laboratório de Poéticas, e responsável pela seção Outra Margem, da revista homônima. De 2005/2008, atuou como assessor literário da Secretaria de Cultura de Diadema e, mais recentemente, curador da Sala Permanente de Vídeos da 8ª Bienal Internacional do Livro do Ceará. É autor de Pássaros de papel (Projeto Dulcinéia Catadora, edição artesanal, SP, 2007) e tem textos publicados em antologias, revistas e suplementos literários no Brasil e exterior. Organizou, com Floriano Martins, a Antologia de Poetas Brasileiros (Huerga & Fierro Editores, Espanha, 2007). Recebeu diversos prêmios literários e incentivos, dentre eles: Bolsista da Fundação Biblioteca Nacional (2007/2008), Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural, Ministério da Cultura (2005), Mapa Cultural Paulista – Catálogo de Artes (2003/2004, 2005/2006, 2007/2008), Prêmio Nacional de Poesia Helena Kolody (2006, 3º lugar), Prêmio Cultural Plínio Marcos – Mostra de Artes de Diadema (2004), Concurso Nacional de Contos José Cândido de Carvalho (2004, 4º lugar). Participou ativamente de diversos eventos culturais, tais como: 1ª Bienal Internacional de Poesia de Brasília, Biblioteca Nacional de Brasília – DF (2008), 3ª Festa Literária Internacional de Porto de Galinhas – Fliporto (2007), 1º Festival Internacional de Poesía, Granada, Nicarágua (2005), 5º Encuentro Internacional Literario aBrace – Uruguay (2004), 2ª Mostra de Vídeo do Município de Mauá, com o curta-metragem “A Herança” (2003), 7º Encontro Regional de Escritores de Rio Claro (2003). O livro Outros silêncios, publicado pela Escrituras Editora, recebeu o apoio do Ministério da Cultura do Brasil – Fundação Biblioteca Nacional – Coordenadoria Geral do Livro e da Leitura, e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural – 2008 (ProAC).

http://www.escrituras.com.br

 


 

13 de maio (quarta-feira) - 14h30

Cineclube - Andres Wood

Nasceu em 1964, no Chile. Formado em Economia, estudou Cinema na Universidade de Nova Iorque. De volta ao Chile, dirigiu em 1992 seu primeiro curta-metragem, Idilio. Febre do Loco (2000), seu segundo longa, foi selecionado para o Festival de Veneza de 2001. Em 2004, esteve na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes com Machuca, que tornou-se um dos filmes mais vistos e premiados da história do cinema chileno

 

 


FILME: A febre do loco

 

Título Original: La fiebre del loco
Diretor: Andres Wood
Elenco: Tamara Costa, Emilio Bardi
País: Chile/Mexico
Ano: 2001
Tempo de Duração: 94 min

 


Sinopse: Puerto Gala é uma pequena aldeia de pescadores no Sul do Chile. Pacato, o vilarejo entra em ebulição quando chega o período de pesca do loco, um molusco com propriedades afrodisíacas vendido a preço de ouro em grandes metrópoles. Carlos El Canuto, um ex-morador de Puerto Gala, volta ao vilarejo com uma tentadora proposta: comprar todo o estoque de loco pelo dobro do preço, para uma única companhia japonesa. O lugar vira um verdadeiro mercado livre, onde comerciantes e prostitutas aparecem aos magotes para abocanhar um pouco da dinheirama prestes a ser distribuída. Selecionado para o Festival de Veneza de 2001.
 

http://www.adorocinema.com/festivais/festival-do-rio/2002/mostra-latina.htm

Atenção: O cineclube Alpharrabio coordenado pelo prof. Edmundo Epífanio Dias não é uma sala de cinema, trata-se de reuniões de apreciadores da 7ª arte nas quais nossos convidados são estimulados a ver, debater e refletir sobre o cinema. 

entrada franca



 

20 de maio (quarta-feira) - 14h30

Cineclube - Andres Wood

 

 

FILME: Machuca
Título Original:
 Machuca
Tempo de Duração: 120 minutos
Ano de Lançamento (Chile / Espanha):
2004
Direção: Andrés Wood
Roteiro: Andrés Wood e Mamoun Hassan
 

Sinopse: Chile, 1973. Gonzalo Infante (Matías Quer) é um garoto que estuda no Colégio Saint Patrick, o mais conceituado de Santiago. Gonzalo é de uma família de classe alta, morando em um bairro na área nobre da cidade com seus pais e sua irmã. O padre McEnroe (Ernesto Malbran), o diretor do colégio, inspirado no governo de Salvador Allende decide implementar uma política que faça com que alunos pobres também estudem no Saint Patrick. Um deles é Pedro Machuca (Ariel Mateluna) que, assim como os demais, fica deslocado em meio aos antigos alunos da escola. Provocado, Pedro é seguro por trás e um deles manda que Gonzalo o bata, que se recusa a fazer isto e ainda o ajuda a fugir. A partir de então nasce uma amizade entre os dois garotos, apesar do abismo de classe existente entre eles.
 

http://www.adorocinema.com/filmes/machuca/machuca.asp

Atenção: O cineclube Alpharrabio coordenado pelo prof. Edmundo Epífanio Dias não é uma sala de cinema, trata-se de reuniões de apreciadores da 7ª arte nas quais nossos convidados são estimulados a ver, debater e refletir sobre o cinema. 

entrada franca

 

23 de maio (sábado) 10h30  à 

 

PROJETO CHORO DIDÁTICO

 

Workshop de Choro

 

Apresentação musical interativa , mesclando momentos de execução e narração da história do Choro , percorrendo diversos temas e questões sobre sua origem no espectro da música popular internacional , a partir de influências de gêneros bem específicos , cujo desdobramento resultou na sua fusão com diversos outros estilos musicais brasileiros .

Consiste este projeto num programa cultural de cunho didático fundamentado a partir da vocação técnica e da experiência prática instrumental dos músicos que integram, seu elenco artístico , os quais , além de solistas , costumam se envolver com interessantes arranjos e composições próprias no âmbito do Choro .

 

PROJETO CHORO DIDÁTICO

Idealizador: Eduardo Moreno

 

 

MÚSICOS INTEGRANTES :

Eduardo Moreno : flauta , sax tenor , sax soprano e arranjos

Lúcio Costa : bandolim

Carlos Alberto Fontana Moura : Violão de Sete Cordas

Eurides Paifer: cavaquinho

Elias: percussão

Rosa Moura : voz

Heleno Barbosa: Apresentação

 

Atenção: Todas as atividades têm entrada franca

 horário de funcionamento

de segunda/sexta, das 13 às 19h

sábado, das 9h30 às 13h

 

ATENÇÃO

Nosso endereço:
 Rua Eduardo Monteiro, 151 - Jd. Bela Vista
Santo André - SP - Brasil

Fone: (11) 4438.4358 - e-mail: alpharrabio@alpharrabio.com.br

www.alpharrabio.com.br

 

Visite a Livraria e o Café Alpharrabio

Índice | Livraria | Editora | Centro Cultural | Abecês | Mapa do Site | Envie o seu comentário