Volta ao índice inicial

outuBRO / 2003

 

4 de outubro - 17 h

 

 

CONVERSA DE LIVRARIA

 com a escritora Silvia Helena Passarelli, seguida de autógrafos do livro Vitrines da Cidade

 

Vitrines da Cidade


Silvia Helena Passarelli

 128 páginas

Alpharrabio Edições
  R$ 20,00 o exemplar

 

A ágora como matéria

A cidade, desde o francês Baudelaire, no século XIX, tem sido o mote do escritor moderno, assim como a ágora era o lugar do dizer e do estar, na antiga cidade grega. Ainda que, via de regra, represente o não-lugar, a cidade dos nossos dias continua a ser o cenário de nossa literatura mais pulsante.

Nas crônicas enfeixadas neste volume, Sílvia Passarelli reflete e faz refletir sobre a relação do cidadão com o lugar, recusando-se, no entanto, a aceitar esse não-direito à cidade. Ao contrário, incita, conclama o leitor a usufruir desse direito, através do conhecimento de sua própria história.

Mais do que o olhar da arquiteta, é o olhar da cidadã que preza a sua cidade e dela cuida, percorrendo amorosamente suas ruas, praças, vielas, becos reais e da memória.

Sílvia observa, registra e aponta: a cidade parada após as chuvas, a cidade como ponto de encontro e desencontro, a cidade ora sob a intempérie, ora sob o deslumbrante colorido de seus ipês, a cidade transformada pela velocidade, a cidade cortada pelos trilhos, regulada pelo apito do trem, cidade que separa e integra, cidade que ainda seduz.

Ainda que esse olhar, aqui e ali, detenha-se em cidades distantes como Belém, São Luís ou a pequena Morro no sertão da Bahia, ou, ainda, as cosmopolitas Paris, Barcelona ou Buenos Aires, é para a sua cidade de Santo André – a misturar-se com as demais cidades que integram o chamado Grande ABC – que é direcionado o seu enfoque mais agudo, chamando a atenção do leitor para a importância da pesquisa, da organização de acervos, do resgate dos espaços públicos, da preservação da área dos mananciais e da memória futura.

Nada passa despercebido ante o olhar revelador dessa andreense que percorre a cidade a mostrar que os fatos aqui jamais ocorrem de forma isolada, apontando para a nossa tão decantada e mal entendida regionalidade.

A crônica, bem sabe o leitor, ganha o status de literatura e permanece quando ultrapassa o mero registro.

Silvia ultrapassa e faz destes registros boa literatura que merece ficar.

 


 

Silvia Helena Passarelli nasceu em São Paulo onde conviveu com as ruas da região da Sé, Ipiranga, Santo Amaro e Pinheiros.

Graduada em Arquitetura e Urbanismo, transferiu seu endereço residencial e sua atuação profissional para Santo André em 1985 e passou a desenvolver projetos nas áreas de desenvolvimento urbano e ambiental e pesquisas de história urbana e patrimônio cultural.

 

 

Volta ao topo

10 de outubro - 20 h

 

Show com Fernando Cavallieri

 

O Espaço Cultural Alpharrabio Livraria e Editora recebe no próximo dia 10 de Outubro, Sexta-feira, às 20h00, o cantor e compositor Fernando Cavallieri, acompanhado ao piano por Mauro Cannalonga e na percussão por Fábio Azeitona, para a gravação do CD "Fernando Cavallieri in Alpha...", o segundo CD da carreira de Cavallieri, o primeiro "ao vivo".
No repertório, músicas inéditas de sua autoria, algumas em parceria (Léo Nogueira, Élio Camalle, Sonekka e Zé Eduardo Camargo), e também as já "famosas", entre os iniciados, "He Man", "Gênesis II" (c/ Adolar Marin) e "Ponta Negra", além de "Isopor" de Élio Camalle e Kléber Albuquerque e "Nostalgia" de Ricardo Moreira.
O espetáculo contará com participação especial do cantor Sonekka, seu parceiro na música "La Sílvia" e do cantor Kleber Albuquerque.


Ficha Técnica:
Direção Musical: Fernando Cavallieri e Mauro Cannalonga
Produção: Ricardo Moreira
Técnica e gravação: Fegato (Gato Discos)

Iluminação: Marcos Lemes


Volta ao topo

 

11 de outubro (sábado) 17 h

 

CONVERSA DE LIVRARIA

 com a escritora Rosana Chrispim, seguida de autógrafos do livro Entretempo

 

Haverá leitura de poemas e participação especial do violonista Antonio Carlos Sarno, interpretando peças de repertório erudito, de compositores como Bach, Chopin, Segovia, entre outros. 

 

ENTRADA FRANCA


 

Entretempo


Rosana Chrispim

 80 páginas

Alpharrabio Edições
  R$ 18,00 o exemplar

 

 

Em Tempo

O primeiro livro, Semelhanças, foi editado em 1986. Antes e depois, publicou esparsamente diversos trabalhos em revistas e suplementos literários. Registrou, em conjunto com os demais poetas do Grupo Livrespaço de Poesia (1983/94), um pouco de sua produção nas Coletâneas Livrespaço II (1984), Literatuando - Livrespaço III (1985), Subvertida Palavra - Livrespaço IV (1988), Sete Versus Sete (e se resolvermos falar de amor...) (1990).

Mesmo com a mudança de endereço para Campinas no final de 1988 (onde reside atualmente), a atividade literária foi mantida, assim como o vínculo com Santo André. Foi uma das editoras da Revista Livrespaço (1992/93), que circulou no Brasil e no exterior, e foi agraciada em 1993 com o Prêmio APCA.

Veio, depois, a participação no projeto Poéticas, com a plaquete Poética da Essência, coletânea publicada (apenas 100 exemplares numerados) por Alpharrabio Edições em 1996, cujos poemas encontram-se nas páginas 49 a 71. Os poemas mostrados nas páginas 39 a 47 constituem um volume da "Coleção Micro" (Alpharrabio Edições/Fabricando Idéias), que a Alpharrabio Editora publicou, em 1998, com poemas então inéditos da autora, em homenagem aos seus 40 anos. Em ambos os casos, as reduzidas tiragens justificam tal inclusão.


Nascida mineira, de Carandaí, morou em Juiz de Fora, MG, até mudar-se com a família para São Paulo em 1967 e, depois, em 1970, para São Bernardo do Campo, SP, onde mais tarde graduou-se em Jornalismo e iniciou como Produtora Gráfica, atividade que exerce até hoje.

 

Volta ao topo

11 de outubro [estética] - 10 h

25 de outubro [filosofia política e social]

(inscrições esgotada)

 

  Capítulos  Contemporâneos de Filosofia

Ciclo de estudos de filosofia coordenado pelo Prof. Luiz Paulo Rouanet com base no livro Compêndio de filosofia, em oito encontros quinzenais sobre alguns dos principais pontos do conhecimento filosófico, enfrentados de modo abrangente e sob ótica contemporânea (escolhidos entre os mais de 30 tópicos reunidos no livro, tratados sempre por especialistas em cada matéria), tendo como orientação a leitura dos capítulos correspondentes, entretanto, sem se limitar à abordagem dada pelo livro.

 

Luiz Paulo Rouanet, nascido em 1964, é mestre e doutor em Filosofia pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor na Pontifícia Universidade Católica de Campinas e na Universidade São Marcos. Além do livro-base do presente curso, traduziu diversas obras filosóficas e é autor de Rawls e o Enigma da Justiça (São Paulo: Unimarco, 2002), originalmente escrito como tese de doutoramento sobre o filósofo contemporâneo norte-americano.

 

A inscrição para o ciclo todo custa R$ 100,00 (consulte condições de pagamento), com direito a um exemplar do livro Compêndio de filosofia, organizado por Nicholas Bunnin e E. P. Tsui-James (São Paulo: Loyola, 2002, trad. Luiz Paulo Rouanet, 770 pp., R$ 86,00).

 

Programação

todos os encontros serão aos sábados, das 10h às 13h

 

 16 de agosto Introdução [panorama]

30 de agosto Epistemologia [teoria do conhecimento]

13 de setembro Metafísica

27 de setembro Ética

11 de outubro Estética

25 de outubro Filosofia política e social

8 de novembro Filosofia do Direito

22 de novembro Filosofia da Religião 

Volta ao topo

Filosofia e Cinema

18 de outubro de 2003 - 17 h

 

IDÉIAS DE ENCONTRO, um ciclo de discussões filosóficas sobre temas contemporâneos, discute este mês filosofia e cinema, com o Prof. Humberto Pereira da Silva

"Riefensthal e Kazan: as nuances entre estética e política.

A idéia é aproveitar as mortes de ambos e propiciar um debate sobre as fronteiras meio melindrosas que envolvem a idéia de obra de arte e de compromisso político."

O Prof. Humberto Pereira da Silva é mestre e doutor em Filosofia da Educação pela USP, professor da Faculdade de Filosofia da Universidade São Judas - SP, colunista da Revista Cinema. 

 

Coletivo de Cultura do Grande ABC : Painel Gratuito

" Leituras da Biblioteca Pública "

31 de outubro - 19h30 - Teatro FAINC

 

" Leituras da Biblioteca Pública

Convidados :  

Prof. Dr. José Castilho Marques Neto  

(Diretor do Colégio São Paulo e Editora UNESP)

 

Profa. Dra. Regina Keiko Obata Ferreira Amaro 

(USP)

 

Prof. José Marinho do Nascimento

(Centro Universitário Fundação Santo André)

 

Dentro da sequência dos trabalhos iniciados com o Seminário Regional de Cultura, organizado pelo Coletivo de Cultura do Grande ABC, o painel "Leituras da Biblioteca Pública que ocorre durante esta semana de Biblioteconomia da Fatea, tem por objetivo discutir as possibilidades de transformação da biblioteca pública e suas diversas implicações: a fomentação  de leitores, o acesso da população aos vários níveis de informação, o espaço da biblioteca como local de fruição e produção cultural.

 


Reservas e inscrições : fax (11) 4991-1787

e-mail : coordfab@fatea.salesianas.com.br

Rua Siqueira Campos , 483 - Centro - Santo André- SP

 

Volta ao topo

O Alpharrabio (a livraria e o café)
 funciona no seguinte horário:

segunda/sexta, das 13 às 19h

sábado, das 9h30 às 13h

 

ATENÇÃO

Nosso endereço:
 Rua Eduardo Monteiro, 151 - Jd. Bela Vista
Santo André - SP - Brasil

Fone: (11) 4438.4358 - e-mail: alpharrabio@alpharrabio.com.br

www.alpharrabio.com.br

 

Visite a Livraria e o Café Alpharrabio

Índice | Livraria | Editora | Centro Cultural | Abecês | Mapa do Site | Envie o seu comentário