Volta ao índice inicial

 

PROGRAMAÇÃO - 21 anos

setembro 2013

até 21 de setembro  -  sábado 
exposição parte pelo todo

9 de setembro  -  segunda-feira - 19h 
conversa de livraria - sacilotto

21 de setembro  -  sábado - 11h 
conversa de livraria para pequenos leitores

28 de setembro  -  sábado - 11h 
conversa de livraria

30 de setembro - 2ª feira - 19
reunião forum
 

até 21 de setembro 

 

Até 21 de setembro

Exposição

Parte pelo todo

Chico Nunes

 

A Livraria Alpharrabio promove esta instigante mostra de arte de Chico Nunes, artista refinado, que residiu em Mauá, desaparecido precocemente, em 2001, deixando um surpreendente espólio, do qual foram selecionados os trabalhos que compõem esta exposição.
 

 

 

 

 

 

Parte pelo todo

Chico Nunes

 

Visitação até 21 de setembro

Local: Alpharrabio Livraria

Rua Eduardo Monteiro, 151
jd. Bela Vista - Santo André/SP
tel.: [11] 4438.4358

www.alpharrabio.com.br


 

9 de setembro, segunda-feira, 19h 

 

Conversa de livraria

 

Luiz Sacilotto e a Cidade

 

9 de setembro, 2ª feira, 19 h

 

 

 

 

 

No dia 9 de setembro, às 19h, a Livraria Alpharrabio em colaboração com o Fórum Permanente de Debates Culturais do Grande ABC e o coletivo Cultura Viva Santo André promove uma Conversa de Livraria sobre o tema "Luiz Sacilotto e a Cidade". Este encontro discutirá e aprofundará a discussão sobre a importância da arte pública e, mais especificamente, o caso de Sacilotto, artista que nasceu e viveu na cidade de Santo André . No último domingo do mês de julho, sem nenhuma consulta ou discussão prévia, a obra Concreção 0005 de Luiz Sacilotto foi retirada de forma criminosa (serrada em sua base) do seu local de origem no calçadão da Rua Oliveira Lima sem que até o momento a gestão pública tenha dado qualquer justificativa aceitável. Esta é mais uma ação no sentido de levar adiante uma série de protestos e discussões que culminaram com um abaixo-assinado totalizando 1.329 assinatura, documento protocolado na Prefeitura no dia 23 de agosto e que se encontra parado e sem resposta. Todos convidados ao debate. Já confirmaram presença Agda Carvalho, pesquisadora, autora da dissertação de mestrado pela UNESP sob o título "Sacilotto - Visão e Fruição Plástica de Mundo, os críticos de arte e pesquisadores José Armando Pereira da Silva, Enock Sacramento e Saulo Di Tarso, a pesquisadora e arquiteta urbanista Silvia Helena Passarelli, a artista e pesquisadora Sonia Ramos e aguardamos a confirmação de outros nome ligados ao universo da arte e da pesquisa. Vamos conhecer um pouco mais da obra deste artista e a importância da arte no contexto identitário da cidade.

 

 09 de setembro de 2013 (2ª feira) 19h

 

Local: Alpharrabio Livraria

Rua Eduardo Monteiro, 151
jd. Bela Vista - Santo André/SP
tel.: [11] 4438.4358

 


21 de setembro (sábado) 11h

FILME DE ANIMAÇÃO COM BONECOS ARTESANAIS

TRÊS AMIGOS

21 de setembro - 11h

Um grupo de amigos, diretores de cinema e TV, roteiristas, desenhistas e artesãos, criou o projeto de animação em stop motion com peças artesanais voltado para crianças e jovens de Monteiro Lobato, cidade no Vale do Paraíba, em SP.

O projeto Centopeia Piá é coordenado pelo dramaturgo e roteirista Luis Alberto de Abreu, responsável pelo roteiro das minisséries 'Hoje é Dia de Maria' (2005) e 'A Pedra do Reino' (2006) da Rede Globo. Além de produzir pequenos filmes, o grupo oferece aulas gratuitas de animação para crianças e adolescentes da cidade. “Queremos repetir com as novas mídias o que o escritor Monteiro Lobato fez na literatura”, afirma Abreu.

No próximo dia 21, às 11h, a Livraria Alpharrabio promove a exibição do primeiro produto desse projeto, o poético Três Amigos. Três Amigos Numa noite escura, uma pequena estrela cadente cruza os céus, choca-se contra a terra e divide-se em três fragmentos. Um deles cai no meio de uma clareira na mato. O segundo cai à beira de um lago e o último, sempre quicando, entra pela porta aberta da oficina de uma velha e solitária costureira. Cada um desses fragmentos vai dar origem a bonecos animados: um de fios de lã, outro de gravetos e um de argila. Juntos vão trocar materiais e habilidades para se auto-construírem como formas humanas. O fragmento de uma segunda estrela vai dar vida a um retrato do falecido marido da costureira.

Estarão presentes para um bate-papo com o público, Luís Alberto de Abreu e Alex Moletta.

 

TRÊS AMIGOS
 Roteiro e direção : Luís Alberto de Abreu
 Assistente de Direção e iluminação: Alex Molleta
 Direção de animação, cenografia e criação de bonecos : Primo Augusto Gerbelli
 Direção de Arte e assistente de animação: Diana Gerbelli 
 Storyboards e ilustrações: Thomás de Abreu
 Trilha sonora: Primo Alex Gerbelli
 Direção Musical: Charles Raszl
 Direção de produção: Vanessa de Abreu

 

 

 

28 de setembro  (sábado) 11h

 

Conversa de Livraria

 

Conversa de Livraria com
 

Eduardo Lacerda (editora Patuá), Júlio Mendonça (escritor), Reynaldo Damásio (Dobra editorial),Tarso de Melo (escritor) e Victor Del Franco (editor da revista Celuzloze)

28 de setembro (sábado) 11 horas

Apresentação da antologia
Poesia (Im)PopularBrasileira e
da
Revista Celuzlose

 

 


Poesia (Im)PopularBrasileira é uma antologia que reúne poemas de alguns importantes poetas brasileiros menos conhecidos do público, ou que, por maior ou menor tempo, ficaram ou estão deslocados em relação aos cânones vigentes, mas que, ao mesmo tempo, foram ou são influenciados por elementos da cultura e da fala populares. São eles: Aldo Fortes, Edgard Braga, Gregório de Matos, Joaquim Cardozo, Max Martins, Omar Khouri, Pagu, Qorpo-Santo, Sapateiro Silva, Sebastião Nunes, Sebastião Uchoa Leite, Sousândrade, Stela do Patrocínio e Torquato Neto. O livro está organizado da seguinte forma: cada um dos poetas é apresentado por um autor convidado, o qual também selecionou uma pequena antologia de seus poemas.

"Toda literatura – de qualquer país ou comunidade linguística do mundo – tem seus autores deslocados, não-canônicos (como se diz no jargão literário). Deslocamento autoconsciente (programático), decorrente de opções estéticas, temáticas, ou por razões geopolíticas. Este livro reúne uma seleção de poemas importantes de alguns poetas brasileiros do passado e do presente que tiveram ou têm sua poesia marcada por algum dos modos de deslocamento apontados acima. Produções poéticas singulares, insubmissas, difíceis de classificar e pouco afeitas aos padrões vigentes na época de sua criação." (da introdução de Julio Mendonça)

Júlio Mendonça (São José do Rio Preto – SP, 1958) é poeta, doutor em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) – SP e trabalha na Secretaria de Cultura de São Bernardo do Campo. Foi diretor do Departamento de Ações Culturais de São Bernardo do Campo e consultor do Pólis - Instituto de Estudos, Formação e Assessoria em Políticas Sociais, tendo participado do projeto de mapeamento sociocultural Santo Amaro em Rede, realizado para o SESC. Tem publicado poemas e outros textos em veículos como o Suplemento Literário de Minas Gerais, o almanaque Atlas, o Jornal Dobrabil, a Folha de São Paulo, e as revistas Artéria, ARTEunesp e A Cigarra.

Poesia (Im)Popular Brasileira - org. Julio Mendonça

Formato 14x21

ISBN 978-85-64107-03-8

304 páginas

Lamparina Luminosa

São Bernardo do Campo, 2012
http://www.lamparinaluminosa.com

 

 


 

 

 

CELUZLOSE - Nº 3
Parceria: Dobra Editorial e Patuá Editora


Entrevista

Tarso de Melo

BR.XXI - Literatura Brasileira Contemporânea
Carina Carvalho, Carolina Barreto, Cesar Cardoso,Charles Marlon, Dalila Teles Veras, Edimilson de Almeida Pereira, Hélio Neri, Julio Mendonça, Leo Gonçalves, Luis Estrela de Matos, Marcelo Montenegro, Maria Alice de Vasconcelos, Rafael F. Carvalho, Reynaldo Bessa 

GEO - Literatura sem Fronteiras
Gustavo Caso Rosendi (Argentina)
Jesús Ernesto Parra (Venezuela)


Caderno Crítico
A cidade e a vertigem: a poesia de Roberto Piva - por Susanna Busato

O túnel e o subsolo: presença de Dostoiévski em Ernesto Sabato - por Wanderson Lima

“Como se chama o que sinto?” a pergunta em Clarice Lispector - por Vera Helena Rossi


Poesia (Im)popular Brasileira: uma antologia necessária - por Adriano Scandolara
- Uma conversa com Julio Mendonça, organizador da antologia Poesia (Im)popular Brasileira

Jack Kerouac: a poesia, a música e a fala de Deus - por Claudio Willer

BIO - Vida & Obra
Qorpo-Santo - por Julio Mendonça

LÚCIDA RETINA - Poesia Visual
Julio Mendonça
Paulo de Toledo
 

 

Data: 28 de setembro de 2013, sábado
às 11h, na Livraria Alpharrabio

Rua Eduardo Monteiro, 151 - jd. Bela Vista
Santo André/SP - tel.: [11] 4438.4358


 

30 de setembro (2ª feira) 19h0

Reunião Mensal do Fórum Permanente de
Debates Culturais

 

O Fórum Permanente de Debates Culturais do Grande ABC foi criado em novembro de 2007 com o objetivo de criar um processo participativo e crítico das políticas públicas da cultura e da ação cultural integrada na região do ABC. Trata-se de um grupo independente, sem constituição jurídica, que vem discutindo, entre muitas questões, estratégias de atuação regional, incluindo a organização da comunidade cultural, o estabelecimento de canais de comunicação, e o reconhecimento da cultura como centralidade e valor inalienável da formação humana.

O Fórum mantém reuniões mensais das quais participam produtores culturais, professores, artistas, agentes culturais, estudantes e interessados de várias áreas das sete cidades que compõem o Grande ABC (SP), Atuando de forma ininterrupta, elaborou e propôs relevantes projetos junto ao Consórcio Intermunicipal do Grande ABC e estabeleceu parcerias com Universidades da região.

 

Datas: 30 de setembro de 2013 - 19h

Local: Alpharrabio Livraria

Rua Eduardo Monteiro, 151
jd. Bela Vista - Santo André/SP
tel.: [11] 4438.4358

 


Apoio: www.bartiragraf.com.br
Tel.: (11) 4393.2911

 



 horário de funcionamento

de segunda/sexta, das 13 às 19h

sábado, das 9h30 às 13h

 

ATENÇÃO

Nosso endereço:
 Rua Eduardo Monteiro, 151 - Jd. Bela Vista
Santo André - SP - Brasil

Fone: (11) 4438.4358 - e-mail: alpharrabio@alpharrabio.com.br

www.alpharrabio.com.br

 

Visite a Livraria e o Café Alpharrabio

Índice | Livraria | Editora | Centro Cultural | Abecês | Mapa do Site | Envie o seu comentário